Get Adobe Flash player

No Mês passado Agosto 2014 No Mês próximo
D S
week 31 1 2
week 32 3 4 5 6 7 8 9
week 33 10 11 12 13 14 15 16
week 34 17 18 19 20 21 22 23
week 35 24 25 26 27 28 29 30
week 36 31

Programa Nacional Escola Gestores da Educação Básica da Rede Pública


O Programa Nacional Escola de Gestores na Educação Básica, abrigado no CEFORT, faz parte das ações do Plano de Desenvolvimento da Educação do Ministério da Educação - PDE/MEC, e é realizado por intermédio da Secretaria de Educação Básica – SEB/MEC.

Instituído em diversos estados brasileiros, o projeto possui como objetivo formar, por meio de curso de especialização (lato sensu), Dirigentes (Diretores e Vice-Diretores) e Coordenadores Educacionais que atuam nas escolas públicas de educação básica das Redes Públicas de Ensino, incluídos aqueles inseridos na educação de jovens e adultos, educação especial e educação profissional, contribuindo para o aperfeiçoamento do trabalho pedagógico e administrativo desses profissionais.

O Programa surgiu como resposta à necessidade de se construir processos de gestão escolar ajustados com a proposta e a concepção da educação escolar com qualidade social, proporcionando ações que permitam aos gestores a apropriação constante de novos conhecimentos, e de meios e recursos pedagógicos e tecnológicos para aperfeiçoar as atividades nas escolas, bem como a relação com a comunidade local.  Para isso, o projeto utiliza-se de ambiente virtual de ensino aprendizagem em processos didáticos pedagógicos semipresenciais e à distância (EAD), baseando-se nos princípios da moderna administração pública e em modelos avançados de gerenciamento de instituições públicas de ensino.

O conjunto de ações que constituem o Programa Nacional Escola de Gestores foi iniciado em 2005, a partir do curso piloto de extensão em gestão escolar, ofertado pelo INEP, desenvolvido por um grupo de especialistas em educação à distância, cuja meta consistiu em envolver 400 gestores de escolas públicas, em uma carga horária de 100 horas. Em 2006, o programa passou a ser coordenado pela SEB/MEC, dando início ao curso de pós-graduação em gestão escolar, com carga horária de 400 horas, realizado por meio da EAD, voltado para a formação continuada de dirigentes da educação básica. Essa iniciativa beneficiou 4 mil gestores, sob a responsabilidade de 10 instituições públicas de ensino superior (IPES). Atualmente, o curso é conduzido por 27 IPES, dentre elas, a Universidade Federal do Amazonas, por meio do CEFORT.

Esta iniciativa visa contribuir com a melhoria dos índices educacionais em nosso país, visto que pesquisas recentes apontam que, no Brasil, mais de um terço dos dirigentes escolares possuem apenas formação em nível médio, principalmente nos regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.  O percentual desses dirigentes com formação superior é de 69, 79%, enquanto apenas 22,96% destes possuem curso de pós-graduação lato sensu/especialização.

AÇÕES DO PROGRAMA NA UFAM

O Programa Escola de Gestores na Educação Básica desenvolve, na Universidade Federal do Amazonas, duas ações: a) o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Escolar, e b) o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Coordenação Pedagógica.

Curso de Pós- Graduação lato Sensu em Gestão Escolar

Possui como objetivo formar, em nível de especialização, 900 Gestores Educacionais (diretores e vice-diretores) das escolas de educação básica das Redes Públicas de Ensino no estado Amazonas, e contribuir com a qualificação do gestor escolar na perspectiva da gestão democrática e da efetivação do direito à educação escolar com qualidade e responsabilidade social.

O projeto, que está em vigor desde 2007, possibilita aos diretores e vice-diretores não somente a ampliação da reflexão de conceitos, técnicas e práticas fundamentais para a gestão democrática, mas também uma orientação política, de forma que estes gestores entendam tanto de questões sociais quanto de questões burocráticas, para que saibam delegar funções mais técnicas e possam dedicar-se mais às questões sociais, humanísticas, educacionais, e, especialmente, à gestão escolar, no sentido legítimo do termo.

Dentre outros objetivos específicos deste projeto, estão:

  • Propiciar aos gestores oportunidades de lidar com ferramentas tecnológicas que favorecem o trabalho coletivo e a transparência na gestão da escola;
  • Propiciar aos gestores oportunidades para o exercício de práticas inovadoras nos processos de planejamento e avaliação da gestão escolar;
  • Analisar e resolver problemas, elaborar e desenvolver projetos e atividades na área de gestão com o suporte das novas tecnologias de informação e comunicação;
  • Estimular o desenvolvimento de práticas de gestão democrática e de organização do trabalho pedagógico que contribuam para uma aprendizagem afetiva dos alunos, de modo a incidir, progressivamente, na melhoria do desempenho escolar.

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Coordenação Pedagógica

Possui por objetivo formar, em nível de especialização, 400 Coordenadores Pedagógicos e/ou profissionais que exerçam função equivalente e integram as equipes gestoras das escolas de educação básica das Redes Públicas de Ensino no estado do Amazonas, visando a ampliação de suas capacidades de análise e resolução de problemas, elaboração e desenvolvimento de projetos e atividades no âmbito da organização do trabalho pedagógico e do processo de ensino-aprendizagem.

Dentre os objetivos específicos do curso, estão:

  • Promover a reflexão sobre o trabalho pedagógico e gestão democrática que favoreçam a formação cidadã do estudante;
  • Possibilitar a vivência de processos de produção de conhecimento que busquem uma melhor compreensão da escola;
  • Estimular o desenvolvimento de práticas de coordenação do trabalho pedagógico que contribuam para uma aprendizagem efetiva dos alunos, de modo a incidir, progressivamente, na melhoria do desempenho escolar;
  • Contribuir para a reflexão da prática do coordenador pedagógico junto ao professor na realização do processo de ensino-aprendizagem;
  • Possibilitar o aprofundamento dos debates sobre a construção coletiva do projeto pedagógico, bem como da articulação, integração e organização das ações pedagógicas.
 

Links Úteis